por
Lingopass
10.7.2024

O que é gestão de resíduos e porque é tão importante?

A gestão de resíduos é um termo abrangente que se refere a todas as ações e planos criados para administrar resíduos, desde a compostagem ou reciclagem até a minimização da produção de lixo. Embora muitas vezes usado como sinônimo de “descarte de resíduos”, este último é apenas um componente da gestão de resíduos, que cobre todo o ciclo de vida dos resíduos, desde sua criação até sua disposição ou recuperação.

Com a produção anual de resíduos plásticos chegando a 400 milhões de toneladas, a gestão eficaz de resíduos tornou-se um processo complexo. Diferentes países e regiões têm suas próprias abordagens para este desafio, refletidas em leis como a proibição de plásticos de uso único pela UE em 2021 e o esquema de cobrança de resíduos em Hong Kong em 2023.

Métodos de gestão de resíduos

Reciclagem

A reciclagem é crucial para uma economia circular, processando materiais que seriam descartados e transformando-os em novos produtos. Apesar de ser uma opção preferível ao descarte, apenas 9% dos plásticos são reciclados globalmente. A reciclagem também consome energia, tornando a redução e reutilização de itens existentes alternativas ainda mais desejáveis. Países mais ricos muitas vezes exportam seus resíduos recicláveis para processamento, o que pode resultar em problemas quando esses resíduos não são completamente recicláveis.

Incineração

A incineração envolve a queima de materiais perigosos a altas temperaturas para destruir contaminantes. Embora reduza a quantidade de resíduos em aterros, libera poluentes no ar, prejudicando o meio ambiente e a saúde humana.

Conversão de resíduos em energia

Este processo transforma resíduos não perigosos em energia, gerando eletricidade ou vapor através da combustão. Muitos países da UE adotaram esse método para atender a requisitos de ESG, e o mercado de conversão de resíduos em energia está em crescimento, estimado em US$ 13,88 bilhões em 2022.

Aterros

A disposição de resíduos em aterros pode contaminar o solo e as águas subterrâneas, sendo contraproducente para a economia circular. A gestão adequada pode reduzir a quantidade de lixo destinado aos aterros, promovendo a recuperação de energia.

Digestão anaeróbica

A digestão anaeróbica utiliza bactérias para decompor matéria orgânica na ausência de oxigênio, resultando em biogás utilizável como energia. Este método é um excelente exemplo de economia circular, reintegrando materiais ao ciclo de vida de forma útil.

O que é gestão de resíduos e porque é tão importante?

por
Lingopass
10.7.2024
Tempo de leitura:
7 minutos

A gestão de resíduos é um termo abrangente que se refere a todas as ações e planos criados para administrar resíduos, desde a compostagem ou reciclagem até a minimização da produção de lixo. Embora muitas vezes usado como sinônimo de “descarte de resíduos”, este último é apenas um componente da gestão de resíduos, que cobre todo o ciclo de vida dos resíduos, desde sua criação até sua disposição ou recuperação.

Com a produção anual de resíduos plásticos chegando a 400 milhões de toneladas, a gestão eficaz de resíduos tornou-se um processo complexo. Diferentes países e regiões têm suas próprias abordagens para este desafio, refletidas em leis como a proibição de plásticos de uso único pela UE em 2021 e o esquema de cobrança de resíduos em Hong Kong em 2023.

Métodos de gestão de resíduos

Reciclagem

A reciclagem é crucial para uma economia circular, processando materiais que seriam descartados e transformando-os em novos produtos. Apesar de ser uma opção preferível ao descarte, apenas 9% dos plásticos são reciclados globalmente. A reciclagem também consome energia, tornando a redução e reutilização de itens existentes alternativas ainda mais desejáveis. Países mais ricos muitas vezes exportam seus resíduos recicláveis para processamento, o que pode resultar em problemas quando esses resíduos não são completamente recicláveis.

Incineração

A incineração envolve a queima de materiais perigosos a altas temperaturas para destruir contaminantes. Embora reduza a quantidade de resíduos em aterros, libera poluentes no ar, prejudicando o meio ambiente e a saúde humana.

Conversão de resíduos em energia

Este processo transforma resíduos não perigosos em energia, gerando eletricidade ou vapor através da combustão. Muitos países da UE adotaram esse método para atender a requisitos de ESG, e o mercado de conversão de resíduos em energia está em crescimento, estimado em US$ 13,88 bilhões em 2022.

Aterros

A disposição de resíduos em aterros pode contaminar o solo e as águas subterrâneas, sendo contraproducente para a economia circular. A gestão adequada pode reduzir a quantidade de lixo destinado aos aterros, promovendo a recuperação de energia.

Digestão anaeróbica

A digestão anaeróbica utiliza bactérias para decompor matéria orgânica na ausência de oxigênio, resultando em biogás utilizável como energia. Este método é um excelente exemplo de economia circular, reintegrando materiais ao ciclo de vida de forma útil.

Gestão formal vs. informal

A gestão formal de resíduos envolve organizações registradas que seguem as leis e regulamentações locais. Já a gestão informal inclui catadores e trabalhadores de organizações não registradas, muitas vezes operando sem cumprimento das normas. Estes trabalhadores, em número estimado de 15 milhões no mundo, geralmente enfrentam condições precárias e riscos ambientais devido à falta de segregação adequada dos resíduos.

Benefícios da gestão adequada de resíduos

Uma gestão eficiente de resíduos traz inúmeros benefícios ambientais e sociais:

• Redução da poluição plástica: Reciclar e repensar o uso de plásticos ajuda a manter toxinas fora do solo e das águas, protegendo a vida marinha.
• Prevenção do acúmulo em aterros: Menos resíduos em aterros significa menos contaminação do solo e das águas subterrâneas.
• Melhoria das condições de vida: Menos contaminação resulta em alimentos de melhor qualidade e saúde da fauna. Trabalhadores de resíduos em sistemas formais também desfrutam de melhores salários e segurança.
• Promoção da economia circular: Reduzir, reutilizar e reciclar integra a gestão de resíduos à economia circular, minimizando o impacto ambiental.

Desafios globais na gestão de resíduos

A estimativa do Banco Mundial de que 33% dos resíduos globais são geridos inadequadamente destaca os enormes desafios. Países de baixa renda muitas vezes carecem de infraestrutura adequada devido aos altos custos associados à gestão de resíduos.

As 5 Rs da Gestão de Resíduos

Para uma abordagem eficaz na gestão de resíduos, é essencial seguir a hierarquia das 5 Rs: Recusar, Reduzir, Reutilizar, Reaproveitar e Reciclar. Esta hierarquia prioriza a minimização do desperdício e a reutilização de materiais, colocando a reciclagem como última opção. Vamos analisar cada uma dessas etapas no detalhe?

1. Recusar

• Evitar a aquisição de produtos desnecessários.
• Eliminar a geração de resíduos na fonte.
Exemplos: não aceitar sacolas plásticas, recusar produtos com embalagens excessivas.

2. Reduzir

• Diminuir a quantidade de resíduos produzidos.
• Escolher produtos com menos embalagem ou em embalagens recicláveis.
Exemplos: imprimir documentos frente e verso, comprar a granel para evitar embalagens.

3. Reutilizar

• Utilizar itens várias vezes antes de descartá-los.
• Prolongar a vida útil dos produtos.
Exemplos: usar sacolas reutilizáveis, reutilizar potes de vidro para armazenamento.

4. Reaproveitar

• Encontrar novos usos para materiais que não podem ser reutilizados em sua forma original.
• Transformar objetos em novos produtos úteis.
Exemplos: transformar garrafas de vidro em vasos, usar retalhos de tecido para artesanato.

5. Reciclar

• Processar materiais para reintegrá-los no ciclo produtivo.
• Considerar essa opção apenas quando todas as outras possibilidades foram esgotadas.
Exemplos: separar papel, plástico e metal para a coleta seletiva, encaminhar eletrônicos para reciclagem adequada.

A gestão de resíduos é vital para um futuro sustentável. Implementar estratégias eficazes não só reduz a poluição, mas também promove uma economia circular, onde os recursos são continuamente reaproveitados. Empresas e governos precisam colaborar para enfrentar os desafios de maneira inovadora e sustentável.

Ver também:
12.7.24
Mais de 350 milhões de toneladas de plástico se tornam resíduos anualmente
10.7.24
O que é gestão de resíduos e porque é tão importante?
5.6.24
Biocombustíveis: O futuro da energia renovável nas fazendas
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade